Vinhos – Temas especiais

Beaujolais, uma região de muitos solos e vinhos excepcionalmente diferenciados

660-beaujolais-2014-automne-1366 Beaujolais – França (*)

Multiplicidade de terroirs e infinitas descobertas nas taças.

Com uma vasta oferta de solos diversificados, a região de Beaujolais é caprichosa em diferenciar-se. Há regiões com grandes porções de granito e outras com expressiva presença de rochas vulcânicas, passando por uma variedade de constituições e combinações entre elas.

A região dos Crus de Beaujolais possui apelações com forte participação de granitos, que chega a impressionantes 100% em Chiroubles, a apelação com maior altitude, 411 metros do nível do mar. Em contrapartida, temos a apelação Chénas com a menor altitude, 252 metros, mas que mantém, uma expressiva quantidade de granitos, da ordem de 50%. No restante, Chénas tem seus solos preenchidos com cerca de 40% de uma composição de aluvião formado por depósitos muito antigos de material trazido pelos rios, somados à acúmulos de sopés de montanhas.

300-granitoNota sobre os solos – Leia mais AQUI

As possibilidades de combinações entre os diversos solos, que nos Crus chegam à descrição de 25 variações, combinadas aos demais fatores, que compõem o conceito de terroir,  criam uma vasta gama dos micro-terroirs


Cada uma destas combinações permite que a uva Gamay na região dos Crus, se expresse com diversificações propiciando vinhos com personalidades únicas.

660-beaujolais-2014-7932Uva Gamay | Beaujolais – França (*)

A diversidade permite ampla expressão para as uvas cultivadas na região, a branca Chardonnay e a tinta Gamay.

Os quatro grande estilos de vinhos de Beaujolais

Classicamente na região de Beaujolais, os vinhos são descritos em quatro grandes estilos, que os classificam e dividem as 12 apelações de origem (AOP).

Beaujolais | Grupo dos vinhos aromáticos, macios e expressivos

  • AOP Beaujolais tintos, roses e brancos
  • AOP Beaujolais Villages tintos, roses e brancos 

Vinhos vivos, bastante aromáticos e companheiros, ideal para o papo com os amigos e para acompanhar as comidinhas de improviso, sem grandes problemas de harmonizações. Via de regra perfeitos para massas, carnes mais leves, como as de aves, para as nossas pizzas, queijos, especialmente para quem não abre mão de um tinto com queijos, e para fazer duo com os petiscos do final de tarde.
Não sabe que vinho abrir, para receber os amigos no dia a dia? Escolha um Beaujolais desta categoria.

Entrando na categoria dos 10 Crus de Beaujolais, podemos agrupar os vinhos em três classificações “genéricas” focando nas caraterísticas dos vinhos, que nestas regiões são elaborados apenas com a uva Gamay e na versão tinto. Por certo que as personalidades de cada um, não estão limitadas a apenas estas três classificações. Vale reservar um momento para degustá-los e descobrí-los, pois com uma forte aptidão para a guarda, reservam inúmeras surpresas.

Grupo dos vinhos frutados, frescos e redondos  | Crus de Beaujolais

Inverno em vinhedo de região dos Crus de Beaujolais - Chiroubles

                                Inverno na região de Chiroubles| Beaujolais – França (*)

  • AOP Chiroubles 
  • AOP Brouilly 
  • AOP Régnié

Englobam vinhos com grande vivacidade e ataque macio em boca, o que os torna uma preciosidade para quem prefere vinhos elegantes, com boa dose de cativação e envolvimento.

Grupo dos vinhos aromáticos, sedosos e refinados  | Crus de Beaujolais

Outono na região de Fleurie - Beaujolais - França (*)

                                Outono na região de Fleurie| Beaujolais – França (*)

  • AOP Fleurie
  • AOP Saint-Amour
  • AOP Côte de Brouilly

Neste grupo destaque para os vinhos refinados, aqueles que somam à elegância, o requinte,  mas indo além, ofertam aos seus adeptos, uma boa dose de sensualidade.

Grupo dos vinhos intensos, potentes e generosos  | Crus de Beaujolais

Região de Juliénas | Beaujolais – França (*)
                                    Região de Julénas| Beaujolais – França (*)

  • AOP Juliénas
  • AOP Chénas
  • AOP Morgon
  • AOP Moulin-à-Vent

Nestas quatro  apelações  há grandes possibilidades de descobertas. Surpresas acompanham os vinhos mais intensos e potentes. Eles têm o dom de as revelarem com todo o capricho das diferenças de terroirs combinadas com a maturidade, que experimentam ao longo do tempo. 

Esta classificação é apenas sugestiva da maioria das expressões dos vinhos, pois as regiões -devido aos micro-terroirs- tornam o passeio com uma taça na mão, uma aventura repleta de grandes momentos. 

Leia mais sobre a região AQUI. 

por Camila H. Coletti
 
Editora
Escritora, sommelière ABS-SP | ASI
Master Level Provence | CIVP
pb-branco-ee

 

Mais informações sobre a região | 
Visite o site www.vinhosdobeaujolais.com.br

(*) Fotos utilizadas no texto com direitos autorais reservados a www.beaujolais.com, cedidas para esta publicação. Não copiar ou editar.

Adicionais sobre o texto |

  • Para conhecer alguns detalhes sobre os solos da região de Beaujolais
     Leia mais AQUI

  • Consultas sobre terroir, siglas e outros termos utilizados na enologia mundial podem feitas no Glossário da revista Eno Estilo  

    videira-vinho-eno-estilo.jpg


Veja  eventos de vinhos, bebidas, gastronomia e lifestyle na AGENDA ENO ESTILO

Conheça mais a revista Eno Estilo

Destaques Espaço Gourmet

Vinho da Semana  e Vinhos até 100 reais

Matérias destaques na revista Eno Estilo  Espaço Gourmet onde você encontra muitas delícias

Só os melhores vinhos da semana  Vinhos selecionados até 100 reais


ATENÇÃO: É expressamente proibida a cópia ou reprodução, em qualquer meio, impresso ou eletrônico, de qualquer conteúdo deste site,  sem a prévia autorização por escrito da editora da Revista. 
» » Vinho contém álcool que é permitido apenas para maiores de 18 anos. Se beber não dirija. « «

www.enoestilo.com.br




© 2014 - 2017 Revista Eno Estilo| Revista de vinhos e lifestyle. Todos os direitos reservados.